backtop

A Carreira do Tradutor

  • A Carreira do Tradutor

    Blog 04

    Com o mercado atual efervescendo em termos de globalização, a profissão de tradutor e intérprete se torna cada vez mais requisitada. Em contrapartida, muitas pessoas bilíngues veem na tradução uma forma de garantir um dinheiro extra no fim do mês ou, até mesmo, construir uma carreira. Mas como funciona essa profissão?

    O tradutor pode trabalhar em inúmeros campos: tradução de textos, documentos, contratos, legendas, livros, interpretação em palestras, conferências, eventos, etc. Além desse vasto campo profissional, a tradução não é uma profissão regulamentada, apesar de possuir um sindicato – Sindicato Nacional dos Tradutores (Sintra). Por isso, a maioria dos profissionais atua como freelancer, como contradados em alguma empresa que necessita de domínio em outro idioma ou vinculados a uma empresa de tradução, que é o caso da Audiotext.

    Outro ponto é que não é necessário diploma para atuar na área, como muitos pensam. Apesar de já existirem faculdades de Tradução, a graduação – normalmente em Letras -, dá apenas um know-how maior em termos de domínio do português e de linguística. Quando o tradutor é formado em outras áreas, como a engenharia, por exemplo, ele pode explorar outro nicho mercadológico: o de tradução técnica, aliando seu conhecimento de línguas ao seu conhecimento profissional.

    Tradutor ou intérprete?

    Apesar de ambos lidarem com o mesmo ramo profissional, há diferenças de perfil entre um tradutor de textos e um intérprete. O tradutor tem a liberdade de atuar dentro da própria casa, estabelecendo contato com os clientes através da internet e do envio de arquivos pelo correio. Já o intérprete precisa estar fisicamente presente no local em que vai atuar: conferências, eventos, palestras, coqueteis, etc.

    O tradutor também precisa de um perfil mais introspectivo, que seja acostumado a trabalhar sozinho e que tenha facilidade com línguas e gosto por pesquisa. Já o intérprete precisa saber se socializar, conhecer pessoas e gostar de viajar – é comum o profissional acompanhar uma figura importante e atuar fulltime. Além disso, deve ser capaz de atuar sob pressão e saber falar em público.

    Além de todos esses pré-requisitos, o tradutor/intérprete precisa de um aperfeiçoamento constante na língua com a qual trabalha, pois essa está sujeita a constantes modificações. Uma escrita/fala impecável também é necessário, além do gosto por trabalhar com idiomas. Por fim, o requisito mais importante é a discrição: o profissional tem acesso a informações confidenciais que devem ser mantidas em sigilo. O tradutor/intérprete precisa ser um profissional ético e de confiança. Se você preenche todos esses requisitos, talvez essa seja a carreira a seguir.

    Gostou do post? Deixe seu comentário!

Gostaria de entrar para nossa equipe?

Seja um Texter
×
* - campos obrigatórios ATENÇÃO: se você usa Hotmail e Outlook, adicione o e-mail falecom@audiotext.com.br em seus contatos. Caso não receba o orçamento em até 5 minutos após o preenchimento, verifique sua caixa de SPAM!